(11) 4266-0513 / (11) 94797-6909

Clínica para dependentes químicos em regime fechado

A internação de dependentes químicos é algo necessário em diversos casos em que existe a compulsão, sendo essa internação voluntária ou involuntária. Porém existem algumas formas de tratamento para cada caso e é necessária uma análise da situação específica, para que assim seja decidida qual melhor ação a ser tomada. É preciso avaliar o período de dependência, o tipo de substância química utilizada e de que forma o paciente está se comportando referente à ideia do tratamento. 

A internação voluntária é algo mais eficaz e razoavelmente mais simples de ser realizada, pois conta o apoio do paciente. Porém existe ainda a internação involuntária, que é realizada sem o consentimento do paciente, o que torna todo o processo ainda mais desafiador para todos os envolvidos. Nesse caso existem algumas clínicas que oferecem o tratamento para os dependentes químicos em regime fechado, mas como funciona essa forma de abordagem? 

Bem, normalmente o regime é recomendado e necessário nas internações compulsórias e involuntárias (são as internações que ocorrem sem o consentimento do paciente), já que nesses casos o descontrole emocional e físico do paciente impede que ele continue frequentando os mesmos ambientes e ainda tenha sucesso no tratamento. No regime fechado, o paciente fica por um período (geralmente 30 dias) confinado na clínica, evitando até mesmo o contato com os familiares e amigos. Esse período é considerado a desintoxicação do organismo e nessa fase o paciente pode sofrer com os sintomas causados pela abstinência da droga, como ansiedade, irritação, insônia, náuseas, vômitos e palpitações cardíacas. Nesse momento, o regime fechado, é de extrema importância, já que a primeira reação do usuário é consumir a droga para fazer com que os efeitos da abstinência melhorem. 

As clínicas que oferecem esse tipo de tratamento são devidamente equipadas e preparadas para lidar com todos os tipos de situações, equipe médica, medicamentos e intervenções. O importante durante esse processo é procurar por uma clínica que se adapte as necessidades do paciente no momento. 

O regime fechado para tratamento de dependentes químicos nem sempre é a melhor saída, já que em alguns casos o paciente tem a ciência do que está acontecendo e, apenas com o tratamento ambulatorial, ele consegue realizar o processo de desintoxicação com sucesso. 

O mais importante é avaliar cada caso, para assim poder definir qual tratamento será mais eficaz, já que cada droga pode causar diferentes sintomas no processo de abstinência. O acompanhamento psicológico nesse período também é indispensável, pois o paciente pode ficar ainda mais descontrolado emocionalmente.

Contato Rápido

Entramos em contato com você

 
Site produzido por: SITESP.NET