(11) 4266-0513 / (11) 94797-6909

Tratamento para Alcoolismo

O alcoolismo ou abuso do álcool ocorrem devido a vários fatores interligados, incluindo a genética, a maneira com que o dependente foi criado, o seu meio social e sua saúde mental. A diferença entre uso frequente do álcool e alcoolismo é que os alcoólatras não têm mais capacidade de definir limites para seu consumo. Seu uso é autodestrutivo e perigoso para si e para outras pessoas.

Diferentemente do usuário de drogas ilícitas, que tem consciência de que está infringindo leis, tornando-se até marginalizado. Estes geralmente aceitam melhor a idéia da perda do controle, mas nem sempre a internação.

O álcool é usado muitas vezes e inconscientemente para fugir ou suportar uma realidade. De um aliado nas situações de crise, transforma-se em vilão do dependente e a pessoa que, no início achava que se tornava forte, descobre-se absolutamente fragilizada e merecedora do desrespeito alheio.

Em geral os alcoolistas apresentam nível de cronificação mais avançado com conseqüências clínicas diversas como: neuropatia periférica, hipertensão, cardiopatia, esteatose hepática, pancreatite, diabetes entre outros problemas...

A negação é um dos maiores obstáculos para a obtenção de ajuda contra o alcoolismo. E pode agravar ainda mais os problemas relacionados com o álcool, trabalho, família e etc. Alcoolistas são mais propensos a pedir divórcio, se envolver em violência doméstica, perder o emprego e deteriorar sua condição financeira.

O tratamento do alcoolismo é realizado em regime de internação continuada, na qual o paciente poderá ser internado voluntariamente, de espontânea vontade para se tratar, ou nos casos em que o paciente não aceita o tratamento, mas já houveram danos pessoais, profissionais e familiares, a internação poderá ser realizada involuntariamente, sendo utilizada equipe especializada na remoção do paciente até a unidade clínica.

Contato Rápido

Entramos em contato com você

 
Site produzido por: SITESP.NET