(11) 4266-0513 (11) 4249-0221 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909 Chamar pelo WhatsApp

Fases da Dependência Química


Data: 17/08/2017 Categoria: Saúde / Voltar

Fases da Dependência Química

A dependência química é uma doença incurável de fases, porem tratável. Ela se instala através de um gatilho, sendo uma predisposição ativada por fatores sócio-familiares.

Ela pode ser considerada uma doença primária, de tal forma que em alguns casos debilita de uma forma tão severa o organismo do dependente possibilitando que outras doenças consigam se instalar. Ela também é uma doença cognitiva, uma vez que o indivíduo fica com uma obsessão pelo uso da substância.

De uma maneira geral, a doença vai se instalando de uma forma gradual, conforme o aumento do consumo de substâncias psicoativas vai aumentando em quantidade. Uma vez instalada sua principal característica é a perda do controle sobre o próprio vicio, na forma de perda do controle do uso da substância.

Como essa doença evolui de forma progressiva, deteriorando o indivíduo de forma física e mental, ela pode causar sequelas irreversíveis, que se não tratadas poderá levar a óbito.

Quais são as fases de progressão da dependência química?

1) Fase experimental ou fase do uso social

A primeira fase pode ser considerada a fase da experimentação, onde o indivíduo apresenta um interesse pelo uso da substância e devido a ela sofre experiências positivas e gratificantes, mostrando que seu uso sempre trará vantagens.

2) Fase da manifestação da dependência

O indivíduo ainda não é dependente da substância psicoativa, entretanto o organismo começa a tolerar um uso cada vez maior, sendo que é necessário cada vez mais doses para que se atinja o mesmo efeito anterior.

Nessa fase o uso tem por característica a tentativa da normalização do humor (depressivo para estado de humor normal). E com o aumento da quantidade de uso aparecem os primeiros lapsos de memória.

É nessa fase que a família começa a perceber os primeiros sintomas, uma vez que acontece quedas de rendimento, dificuldade nos relacionamentos, aumento dos mecanismos de defesa, autoilusão, alteração de comportamento e isolamento.

3) Fase da dependência total

Nessa fase é quando se instala a dependência física, com a necessidade de que haja sempre uma quantidade da substância no organismo, evitando-se a abstinência. Acontecem amnésias mais frequentes, alucinações, isolamento, alterações de humor e problemas emocionais.

Como podemos fazer acontece uma alteração gradual, porém significativa no comportamento de pessoas dependentes. Se você já presenciou/presencia alguma dessas características, pode ser que o seu familiar, amigo ou colega possa estar passando para a transição de dependente químico ou já pode estar na fase de dependência.

Lembre-se a dependência química também é um problema social e o dependente dependerá da sua família para que ele consiga se recuperar por completo.

 

*Nome:
*E-mail:
Telefone:

Mensagem