(11) 4249-2545 (11) 4249-0221 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909

Como Internar uma Alcoólatra a Força


Data: 17/08/2017 Categoria: Saúde / Voltar

Como Internar uma Alcoólatra a Força

Antes de qualquer coisa precisamos compreender que alcoolismo é uma doença que atinge milhares de pessoas ao redor do planeta.
Com o aumento dos problemas e a falta de apoio para resolvê-los as pessoas se voltam para o abuso do álcool, aumentando ainda mais os seus problemas. Muitas dizem que bebem para esquecer, para deixar os problemas de lado, mas se esquecem que os problemas não vão embora e a dependência começa a se instalar.

O alcoolismo é muito mais do que um problema particular, é um grave problema social que afeta diferentes pessoas em diferentes grupos. Com a queda do poder aquisitivo das pessoas e aumento do desemprego, muitas pessoas se voltaram para o álcool, aumentando ainda mais esse grave problema.

Associado ao fato da facilidade em se comprar bebida alcoólica pelos jovens, eles acabam iniciando-se no mundo das bebidas cada vez mais cedo, acarretando em jovens alcoólatras.

A Internação

O abuso do álcool, gera um problema de caráter social e, também, de saúde,quando uma pessoa começa a exagerar no consumo ou passa a beber frequentemente, ela está nas portas de se tornar um dependente. A pessoa é considerada dependente quando perde o discernimento e não consegue mais controlar a sua vontade em relação a bebida e em muitos casos se torna um problema familiar e para a sua própria vida.

Toda pessoa que é dependente de álcool precisa de tratamento, porém ela deve aceitar passar pelo tratamento de forma livre e por vontade própria. Porém pode acontecer de a pessoa não achar que precisa de tratamento ou não aceitar o tratamento, sendo que ela pode perder o controle de seus atos, não realizando sua recuperação.

Nesse momento que pode acontecer a intervenção familiar, sendo obrigada a internar o dependente de forma involuntária, ou comumente conhecido como “internação a força”.
Para realizar a internação involuntária (ou a força), os familiares precisam conversar com a clínica e explicar o motivo pelo qual estão requerendo a internação. O pedido deve ser feito por escrito, sendo que a concordância ou não da internação será dada por um psiquiatra apto a decidir.

O processo de internação também deverá ser levado ao Ministério Público para que tudo seja feito dentro dos rigores da lei. Os responsáveis legais precisam assinar um documento ou termo de responsabilidade aceitando o tratamento e a partir desse momento a clínica poderá fazer a abordagem.

*Nome:
*E-mail:
Telefone:

Mensagem